Como ter a companhia do seu animal de estimação

É possível levar seu animal de estimação nas viagens a vontade que você faz. Saiba como
É possível levar seu animal de estimação nas viagens a vontade que você faz. Saiba como

 

É possível levar o seu animal em suas viagens? A resposta é sim. Para quem não suporta a ideia de deixar o cão ou gato de estimação em casa é bom saber que, pelo menos em tese, eles podem aparecer novas fotos das principais atrações turísticas do planeta.

Há regras, muitas regras, a obedecer. A começar pela necessidade de levantamento de informações e reservas com antecedência para evitar surpresas.

✓ Atestado de saúde – Antes de embarcar, é preciso visitar um médico veterinário. A maioria das companhias áreas exige um atestado de saúde – também conhecido como Certificado de Inspeção Veterinária – para garantir que o animal está em condições de viajar. O documento deve conter a assinatura do profissional registrado no Conselho Regional de Medicina Veterinária e pode ser emitido até 10 dias antes da data da viagem.

✓ Restrição de raças – Nem todas as raças de cães e gatos podem embarcar em um avião. Pois é, animais de focinho diminuído ou achatado, como cães das raças pug e pitbull, correm mais risco de terem problemas respiratórios durante um voo e, por isso, são vetados pela maior parte das companhias aéreas.

✓ Custo adicional – Para transporte do animal, existe o custo adicional. Normalmente, o preço é fixo para transporte na cabine e variável para transporte no compartimento de cargas da aeronave.

✓ Caixa de transporte – Atualmente, as principais companhias aéreas brasileiras oferecem transporte de cães e gatos no compartimento de cargas da aeronave ou na cabine de passageiros. O fator que determinará se o bichinho de estimação irá com o dono ou em uma área especial são as dimensões e o peso da caixa de transporte (kennel) somado ao peso do pet. Isso, entretanto, varia de acordo com cada companhia aérea, portanto verifique antes de embarcar.

✓ Documentos exigidos – Além do atestado de saúde, é necessário estar atento às documentações necessárias para voar com seu pet. A seguir, está a lista com os principais itens a serem providenciados antes do embarque:

• O principal documento exigido é a carteira de vacinação em dia.

• Exigências específicas dos destinos: cada país tem requisitos próprios para autorizar o ingresso de cães e gatos no seu território. Sendo assim, é necessário entrar em contato com a embaixada/consulado do país de destino e pedir ao médico-veterinário os atestados solicitados.

• Para viagens internacionais, algumas outras documentações são necessárias como o Certificado de Aclimatação, que atesta que o animal pode ser exposto a temperaturas extremas (quente ou fria) sem prejudicar a saúde.

• Passaporte animal: o Ministério da Agricultura emite, gratuitamente, um documento para livre trânsito do pet.

• Apresentação de comprovante de idade do animal. A maioria das companhias aéreas só aceita transportar animais com mais de oito semanas de vida.

• Por último, vale ressaltar que o número de animais de estimação na cabine é limitado, então é necessário fazer a reserva com antecedência para garantir o lugar do bichinho de estimação. 

Onde obter o passaporte animal:
Clique aqui: Ministério da Agricultura

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *